Pesquisa da GSK aponta incidência de azia e má digestão em brasileiros

244641_ext_arquivoO dia a dia cheio de tarefas e horários apertados pode contribuir para uma má alimentação, rica em gordura e sal, por exemplo, feita de forma muito rápida, sem mastigar direito, e com períodos muito longos entre uma refeição e outra. Esse hábito pode resultar em alguns sintomas desconfortáveis, como acidez e queimação. De acordo com pesquisa nacional feita pelo instituto Ipsos Brasil, a pedido de ENO e Sonrisal, os brasileiros sentem azia e má digestão em média cinco vezes por mês e o estresse é uma das principais causas.

Para reduzir essa incidência alta é fundamental alimentar-se regularmente, mastigar bem e escolher sempre alimentos saudáveis, evitando café e bebidas carbonatadas, por exemplo. Quando isso não for possível, no entanto, como em um dia cheio de reuniões ou atribulado com muitas tarefas, usar um antiácido para cortar logo o mal-estar é uma alternativa.  É o que explica a gerente médica da GSK no Brasil, Dra. Ana Santoro CRM: 5247120-3.

“Além dos cuidados com a alimentação, uma opção prática e de rápida ação é o antiácido em comprimido mastigável. ENO Tabs, que no formato rolete (com oito unidades) pode ser levado para qualquer lugar, na bolsa ou no bolso, não precisa de água para ser consumido. O medicamento composto por carbonato de cálcio oferece alívio rápido contra azia e má digestão, sintomas que podem ocorrer em quem tem a agenda cheia e vive na correria”, esclarece a especialista.

É sempre importante ressaltar que, caso os sintomas não desapareçam, um médico deverá ser consultado para examinar a situação detalhadamente e evitar que o quadro se agrave. O antiácido ENO Tabs tem sabor de frutas sortidas (limão, cereja, laranja e lima) e também está disponível na versão frasco, com 48 comprimidos mastigáveis.

 

 

André Luiz Barros

Edelman Significa

Print Friendly

244641_ext_arquivo

244641_ext_arquivo