SEMINÁRIO + FESTA

O Museu Casa do Pontal apresenta, no dia 23 de Julho (sábado), entre 13h e 21h, no formato “Seminário + Festa”, o evento “Um Viva a São João e outros Santos Festeiros!”. Essa ação é um desdobramento da exposição temporária “Figuras e Brincantes: arte e performance na cultura popular” – em exibição no Museu Casa do Pontal, que celebrou o universo das artes e festas populares brasileiras e abordou algumas temáticas, como performance, patrimônio material e imaterial. Assim, nesta ocasião, festejaremos algumas manifestações artísticas e culturais populares, com espaço na programação para trocas reflexivas e para experiências brincantes. Em tempos juninos, importante marco do calendário festivo das festas populares brasileiras, faremos uma especial homenagem à São João e outros santos festeiros. O evento integra o Circuito Cultural Rio, idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura e pela Prefeitura do Rio, para a programação cultural dos períodos Olímpico e Paralímpico, que vai de maio a setembro de 2016.

Iniciaremos o dia, às 13h30, com o Seminário Temático “Arte Popular, Brincadeiras e Políticas de Salvaguarda”. Num primeiro momento do seminário, alguns convidados, com diferentes inserções nos campos da arte e cultura popular (brincantes, artistas, pesquisadores, produtores culturais) vão disparar uma discussão sobre políticas de salvaguarda, a partir de suas experiências e perspectivas em relação às formas de garantia da sustentabilidade das manifestações culturais populares. Estão confirmadas as participações de: Adriana Scheneider (Professora da UFRJ/Pesquisadora Mamulengo); Dyonne Chaves Boy (Coordenadora da Associação Cultural Jongo da Serrinha Jongo da Serrinha); Martha Abreu (Professora UFF/Pesquisadora Jongo); Moana Van de Beuque (Museu Casa do Pontal/Pesquisadora Bumba-meu-boi); Toninho Canecão (Quilombo São José da Serra). A mediação será de Angela Mascelani (Museu Casa do Pontal/Pesquisadora Arte Popular). Em seguida, a ideia é realizar uma conversa com ampla participação da plateia, para que juntos possamos refletir sobre caminhos a seguir nesta temática. Para finalizar o seminário, às 17h, lançaremos o catálogo da exposição “Figuras e Brincantes: arte e performance na cultura popular”. As vagas no seminário são limitadas. Inscrições no link: http://goo.gl/forms/TLxp8pn19bmMe5YL2

Em seguida, de 17h30 até 21h, faremos uma Festa para São João e outros Santos Festeiros, com apresentações dos seguintes grupos: Jongo do Quilombo São José; Tambor de Crioula As Três Marias; Forró do Gaúcho, Boi Cascudo e outros convidados. Como bom arraial, teremos ainda comidas e bebidas típicas, além de uma exuberante fogueira. Teremos ônibus gratuito para a festa, saindo 16h do Largo do Machado, com paradas na Gávea e na Barra da Tijuca. Inscrições pelo formulário: http://goo.gl/forms/pJ6jo3niM24BvtWI3

PERFIL DOS PARTICIPANTES:

Seminário Temático: “Arte Popular, Brincadeiras e Políticas de Salvaguarda”

Adriana Scheneider: Artista em geral, atriz e diretora de teatro. Professora do Curso de Direção Teatral da UFRJ, é integrante do Grupo Pedras de Teatro, do Coletivo Bonobando – Bando de Artistas Autônomos e do Movimento Reage Artista.

Dyonne Chaves Boy: Atriz, bailarina, artista plástica e jornalista. Em 2000, fundou a ONG Grupo Cultural Jongo da Serrinha, onde exerce o cargo de coordenadora-executiva. Em 2006, concluiu o mestrado em projetos sociais e bens culturais na FGV-RJ.

Martha Abreu: Professora titular do departamento de história da UFF e pesquisadora do CNPQ. Autora de diversos trabalhos sobre cultura popular, cultura negra e patrimônio imaterial, e consultora do pontão de cultura do jongo e do caxambu.

Moana Van de Beuque: Mestre em Antropologia pelo PPGSA-UFRJ. Desenvolveu pesquisa sobre o Bumba-meu-boi maranhense. É pesquisadora do Museu Casa do Pontal e colaboradora da PUC-Rio na disciplina de Etnografia, no curso de Design.

Toninho Canecão: Mestre de Jongo e presidente da associação de moradores do Quilombo São José, localizado em Valença (RJ). Sob sua liderança a comunidade conquistou a titulação das terras.

Angela Mascelani: Doutora em Antropologia Cultural pelo PPGSA-UFRJ. Autora dos livros “O mundo da arte popular brasileira” (2000) e “Caminhos da Arte Popular: o Vale do Jequitinhonha” (2008). É Curadora e Diretora do Museu Casa do Pontal.

Festa para São João

Jongo do Quilombo São José: Localizado em Valença (RJ), é o mais antigo quilombo do Estado do Rio, formado por volta de 1850. A comunidade tem sua história perpassada por diversas lutas, entre elas a conquista de titulação de suas terras. A brincadeira do jongo na comunidade tem sido importante na afirmação da identidade afro-brasileira.

Tambor de Crioula As Três Marias: Em 2002, a fusão entre o trabalho da Divina Corriola e da parelha deu origem ao grupo que se dedica, entre outras práticas brincantes, aquelas do Cacuriá e do Tambor de Crioula.

Forró do Gaúcho: É um grupo que explora a diversidade do forró e os diversos gêneros que se agregam em torno dele; nesta festa cabem xote, xaxado, baião, brega, música instrumental, côco de roda, aboio e o que mais a imaginação permitir. O quarteto de sanfona, zabumba, triângulo e percussão também se desdobra em flauta e pife.

Boi Cascudo: Grupo dedicado à brincadeira do Boi, realizada em homenagem à São João.

PROGRAMAÇÃO EVENTO:

13h30 –  Seminário: “Arte Popular, Brincadeiras e Políticas de Salvaguarda”.

17h – Lançamento do catálogo da exposição Figuras e Brincantes: arte e performance na cultura popular.

17:30 – 21h – Festa Brincante (com comidas e bebidas juninas)

Jongo do Quilombo São José

Tambor de Crioula As Três Marias

Forró do Gaúcho

Boi Cascudo

Outros Convidados

MUSEU CASA DO PONTAL:

O Museu do Pontal foi inaugurado em 1976 pelo design francês Jacques Van de Beuque. É um dos principais museus do país e reúne o maior acervo de arte popular brasileira. Suas obras contam histórias e costumes do povo brasileiro, resultado de quarenta anos de pesquisas e viagens de Jacques pelo Brasil. Seu acervo, tombado pela Prefeitura do Rio como referência cultural da cidade, é composto por mais de 8.500 peças de 216 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX. O museu já realizou mais de 70 exposições parciais do acervo no Brasil e em outros 15 países, além de já ter sido visitado por milhares de estudantes, moradores do Rio e turistas.

Admirado por personalidades estrangeiras como o escritor José Saramago, aplaudido por brasileiros como o músico Gilberto Gil e pela futebolista Marta, reconhecido como Patrimônio Artístico e Cultural do Rio de Janeiro, o Museu Casa do Pontal é fundamental nos roteiros cariocas.  Definitivamente um passeio completo, deslumbrante e imperdível para adultos e crianças.

É considerado pelos turistas que vieram ao Brasil durante a Copa das Confederações como extremamente relevante, segundo pesquisa da Embratur. Em 2013, foi eleito pela Revista Época o terceiro melhor museu do Rio de Janeiro. Foi escolhido, em 2014, para representar o Brasil no Comitê para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco.

No dia 23 de junho deste ano, foi anunciado o início das obras da nova sede do Museu do Pontal, na Barra da Tijuca. O Museu do Pontal será transferido para um terreno de 14 mil metros quadrados na Avenida Célia Ribeiro. A prefeitura fez a cessão do local por um período de 50 anos renováveis e a administração do Museu fará o gerenciamento do novo espaço cultural. Durante o período de obras, a antiga sede continuará aberta ao público no Recreio dos Bandeirantes e, durante os Jogos Olímpicos, oferecerá diferentes programações para os cariocas e turistas que estiverem na cidade, além de continuar promovendo visitas educacionais, exposições, seminários e shows.

CIRCUITO CULTURAL RIO:

Idealizado pela Prefeitura do Rio, o Circuito Cultural Rio conta com mais de 700 atrações, selecionadas e patrocinadas por meio dos editais da Secretaria Municipal de Cultura, que serão apresentadas em mais de 100 espaços culturais espalhados por toda a Cidade, além dos eventos que acontecem ao ar livre. Com peças de teatro, exposições, shows, espetáculos de dança, atrações circenses, eventos de gastronomia, manifestações de rua, saraus, bailes e afins, o Circuito Cultural Rio vai possibilitar uma experiência integral da diversidade cultural carioca.

SERVIÇO:

Seminário + Festa: UM VIVA A SÃO JOÃO E OUTROS SANTOS FESTEIROS!

Dia 23 de julho de 2016, de 13h30 às 21h.

Local: Museu Casa do Pontal (Estrada do Pontal nº 329, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ)

Inscrições no seminário link: http://goo.gl/forms/TLxp8pn19bmMe5YL2

Inscrições para ônibus gratuito para a Festa no link:http://goo.gl/forms/pJ6jo3niM24BvtWI3

Não são necessárias inscrições para a Festa.

Estacionamento: 80 carros.

Informações: 2490-2429 / 2205-3008

Entrada Franca.

Forró do Gaúcho Fachada Museu do Pontal

Made with Square InstaPic
Made with Square InstaPic
Made with Square InstaPic
Made with Square InstaPic
Print Friendly

Made with Square InstaPic

Made with Square InstaPic