Com objetivo de unir arte e debate social, evento promoveu encontro entre artistas, público e com as cabeças pensantes da cidade, contribuindo com o fim do preconceito quanto aos gêneros.

À chegada ao Castelinho do Flamengo, a drag Magenta Dawning, mestre de cerimônias do projeto Rio Diversidade e do Lounge FOCO TRANS, recebia os convidados que lá chegaram entre os dias 20 e 30 de julho passado para participarem da discussão em torno da diversidade de gêneros, cultura que e comportamento LGBTQ.

Idealizado pela dramaturga e empresária cultural Márcia Zanelatto, o evento contou com quatro solos inéditos, espaço lounge que, aos sábados pela tarde, aconteceram debates com intelectuais renomados como a filósofa Carla Rodrigues a respeito dessa cultura.

Sucesso de público, o evento contou com presenças ilustres de artistas como Armando Babaioff, Dany Barros, Bianca de Fellipis, Ana Lucia Torres, Clarice Derzie, Marieta Severo, Zélia Duncan, Paulinho Moska, Vera Holtz, entre outros.

Em 2013, Marcia Zanelatto esteve em Londres para uma mostra de dramaturgia brasileira, a RedLikeEmbers, no Theatre503. Lá, pôde ver a eficácia da peça curta, pouco usada no Brasil, e do evento temático como propulsor de novas dramaturgias, o que serviu de inspiração para montar uma ocupação LGBTQ.

“O Rio tem o título de uma das dez cidades mais gay friendly do mundo. No entanto, nossa produção dramatúrgica, seja no teatro, na tv ou no cinema, é dominada por narrativas e protagonistas heterossexuais. Precisamos tirar os personagens LGBTQs do armário!” – diz Márcia com humor.

foto Sanny Soares
foto Sanny Soares
foto Sanny Soares
foto Sanny Soares

Leticia Snard

Sanny Soares fotografia/domingo
Sanny Soares fotografia/domingo
sanny soares fotografia/ domingo
sanny soares fotografia/ domingo
foto Sanny Soares
foto Sanny Soares
sanny soares fotografia/ domingo
sanny soares fotografia/ domingo
foto Sanny Soares
foto Sanny Soares

Assessoria de imprensa

Minas de Ideias Comunicação Integrada