Porto do Açu promove 2º Encontro de Agentes Marítimos no empreendimento
Objetivo do evento foi estreitar o relacionamento dos profissionais com o empreendimento

Rio de Janeiro, 24 de novembro de 2017 – O Porto do Açu promoveu, ontem, o 2º Encontro de Agentes Marítimos dentro do empreendimento. O evento foi um complemento do primeiro encontro, realizado em maio deste ano. Estiveram presentes no Complexo Portuário representantes de agências marítimas que já atuam, ou encontram-se em fase pré-operacional, no Porto. A ideia é que os encontros aconteçam a cada seis meses. A iniciativa tem como objetivo estreitar o relacionamento de todos os envolvidos nas operações portuárias.

No primeiro evento, o assunto principal foi a área de Operações Marítimas e os procedimentos adotados para a eficiência operacional no dia a dia do Porto, como nomeação de embarcações; acesso de tripulantes; emissão de crachá de identificação; entre outros. Desta vez, os agentes marítimos conheceram mais de perto as áreas de Segurança Patrimonial e Segurança e Saúde Ocupacional, além dos avanços do Terminal Multicargas (T-MULT), o trabalho desenvolvido pela empresa na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Caruara, informações atualizadas sobre a DOME e, ainda, o projeto da Gás Natural Açu (GNA), que prevê a instalação de um pólo de gás e infraestrutura relacionada dentro do empreendimento até 2021.
Para o especialista em Operações Marítimas do Porto do Açu, Rogério Oeda, estes encontros só trazem consequências positivas para ambas as partes. “O elo entre o agente marítimo e nós, do Porto do Açu, é fundamental para a eficácia das nossas operações. Esta aproximação é importante para que possamos promover a comunicação e trocar informações. Além deste estreitamento, a ideia dos encontros é que estes profissionais estejam sempre atualizados sobre o cenário do empreendimento e os projetos em andamento”, explicou.
O agente marítimo da IBH Brasil, Caio Porto, esteve presente nos dois encontros e é favor da iniciativa de aproximação. “Esta troca entre os agentes e os responsáveis pelo terminal é muito importante. O alinhamento de informações e demandas é essencial para a eficiência operacional, o que inclui uma viagem mais rápida e segura, uma produtividade maior e uma série de melhorias no nosso dia a dia. Hoje, por exemplo, conseguimos coletar das apresentações contatos que atendem 24 horas e que podem nos oferecer o suporte necessário”, afirmou.