MPRJ acompanhará esquema especial para o jogo do Flamengo na quarta-feira (16/05)

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio do Grupo de Atuação Especializada do Desporto e Defesa do Torcedor (GAEDEST/MPRJ), foi convidado pelo Clube de Regatas do Flamengo, junto com outros órgãos de fiscalização da sociedade, para o plano de ordenação e esquema especial de serviço para o jogo do clube na próxima quarta-feira (16/05) no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Em entrevista coletiva realizada na sede do clube, no bairro da Gávea, realizada na manhã de segunda-feira (14/05), dirigentes do Flamengo anunciaram o plano de ordenação para o evento. O desejo da agremiação esportiva é evitar que problemas extracampo, como os ocorridos em dezembro de 2017 durante a final da Copa Sul-Americana, com cenas de violência e depredação de patrimônio público, voltem a ocorrer não só na quarta-feira, como em outros eventos do Flamengo e demais clubes do estado.

 

O promotor de Justiça Marcos Kac, subcoordenador do GAEDEST/MPRJ, representou o MPRJ na coletiva. Ele informou que a atuação do MP estadual será in loco no dia do jogo, vistoriando a execução do esquema planejado pelo organizador do jogo, o Flamengo. “O MPRJ está atento e acompanhará de perto o plano de ordenação. O promotor de Justiça Cláudio Varela, coordenador do GAEDEST/MPRJ, e eu estaremos no evento, dentro e principalmente no entorno do estádio, averiguando a execução do que foi planejado pelo clube e demais órgãos”.

 

Marcos Kac revelou, ainda, que acontecerão novos encontros de alinhamento com os demais órgãos da sociedade envolvidos no planejamento de um evento esportivo, como as concessionárias SuperVia e MetrôRio, a CET-Rio, a Guarda Municipal, por meio da Coordenação de Ordem Pública, Juizado do Torcedor, Federação de Futebol do RJ, Consórcio Maracnã S/A, e o Grupamento Especial de Patrulhamento em Estádios (GEPE/PMERJ). “A ideia é reforçar a necessidade da junção de esforços para a ordenação, execução do planejado e fiscalização antes, durante e depois de um evento a fim de evitar com que lamentáveis cenas de violência se repitam”, disse o promotor.

 

Na coletiva o Flamengo anunciou que, com apoio da CET-Rio, mudanças acontecerão no trânsito no dia do jogo no entorno do estádio; apresentou as opções de transporte para o torcedor; revelou o esquema de troca e checagem de ingressos físicos; anunciou os efetivos de segurança envolvidos; e como será a fiscalização na venda de produtos no entorno no estádio, como garrafas de vidro, uso de botijões de gás, entre outros.

Coordenadoria de Comunicação
Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta