Jornal espanhol elege a vencedora da Bola Rosa de Ouro

  Enquanto Messi, Cristiano Ronaldo e Iniesta ainda vivem a ansiedade pelo anúncio do vencedor da Bola de Ouro da Fifa, já tem alguém comemorando a conquista de um prêmio ‘parecido’: a Bola Rosa de Ouro, concedida há cinco anos pelo jornal espanhol ‘Sport’ para a mais bela mulher ou namorada de jogador no futebol mundial. A vencedora foi a modelo argentina Evangelina Anderson, que em 2012 se separou do zagueiro Martín Demichelis. Grávida de quase nove meses, Evangelina está, segundo os sites de celebridades espanhois, voltando para o defensor, com quem já tem um filho.

evangelina_anderson

Evangelina Anderson, vencedora da Bola Rosa de Ouro, dada pelo jornal espanhol ‘Sport’ Reprodução/www.sport.es

Assim como nos gramados, em que Messi brilha com três troféus seguidos desde 2009 e tem tudo para levar também o prêmio de 2012, a Argentina também domina a Bola Rosa de Ouro do ‘Sport’. Desde a criação do prêmio simbólico, as modelos ‘hermanas’ venceram quatro das cinco edições: Jessica Cirio ganhou a primeira, em 2008, seguida por Luciana Salazar, Zaira Nara e a espanhola Tamara Gorro, cuja ligação com a Argentina é matrimonial: ano passado, a modelo se casou com o meia Ezequiel Garay, ex-Real Madrid e hoje no Benfica.

Tamara Gorro quase levou o bicampeonato da Bola Rosa, mas terminou em segundo lugar na eleição do ‘Sport’, superada por Evangelina, que recebeu 57% dos votos dos leitores do jornal catalão. Duas brasileiras estavam entre as 11 ‘candidatas’: Rita Pereira, eleita a Gata do Paulistão 2012, ficou em sétimo, com 17 votos, e a cantora gospel Caroline Celico, mulher do meia Kaká, do Real Madrid, com um perfil totalmente distinto das demais, ficou em último, com apenas dois votos.