Check  Out My Rank On PRTracking.com! Your SEO optimized title page contents
Published On: sex, nov 11th, 2016

GALIOTTO LANÇA “O VALE DAS LÁGRIMAS VERMELHAS”

O Inventário da Bacia do Rio Doce denuncia que a catástrofe ambiental ainda não acabou

03-dsc_4225-copy

“O Vale das Lágrimas Vermelhas” será lançado nesta sexta (11/11/2016), no Centro Cultural de Linhares (Espírito Santo), e exibido ainda no dia seguinte, na foz do rio Doce, na cidade de Regência. Na ocasião, serão expostos banners (1,5m x 2m) com vinte fotos, tiradas na região da tragédia. O filme foi iniciado pelo ambientalista, fotógrafo e empresário Ernesto Galiotto logo após o acidente ocorrido no ano passado. O rompimento da barragem deixou o saldo de 19 mortes, devastou povoado e causou prejuízos a milhares de pessoas. Resultado de quase um ano de trabalho por terra, rio e ar, o documentário traz muitos depoimentos impactantes e mostra a biodiversidade alterada.

Foram cinco viagens com vários sobrevoos e verificação “in loco” de toda a área onde houve a maior catástrofe ambiental do Brasil e o maior desastre da mineração no mundo, em 5 de novembro de 2015 (Bento Rodrigues – Mariana/MG ). Galiotto entrevistou comerciantes, produtores rurais, ribeirinhos, e ainda coletou materiais para pesquisa. O trabalho científico foi elaborado pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e pela UFF (Universidade Federal Fluminense), que fizeram o levantamento da contaminação por mercúrio e metais, e a parasitofauna de quatro espécies de peixes. Mais que um documentário, o filme, que tem 1h15min, faz um rico e completo inventário da Bacia do Rio Doce (680 km), da nascente em Minas Gerais, até o encontro com o mar no Espírito Santo.

Além de Linhares, estão programadas (datas a confirmar), apresentações do documentário nas cidades de Colatina, Governador Valadares, Ponte Nova, Mariana, e ainda no Instituto Terra (do fotógrafo Sebastião Salgado) e na área indígena Resplendor.  A película cinematográfica é a segunda produção de Ernesto Galiotto. A primeira foi “O Mico Leão-Voador em Ação no Velho Chico” (2014), que traz à tona as agressões ambientais. Ele rodou cerca de três mil quilômetros pelo Rio São Francisco, passando por sete estados, da foz à nascente.

No retorno ao “Velho Chico” o compacto do documentário foi exibido em várias escolas dos municípios ribeirinhos, acompanhado de palestra pelo ambientalista.  O filme foi lançado ao ar livre, na íntegra, na Gruta Bom Jesus da Lapa (Bahia) para mais de três mil pessoas. A exibição também foi destaque na Universidade Sete de Setembro (Paulo Afonso – Bahia) e na terceira edição da Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental (Penedo – Alagoas). O compacto foi exibido ainda, mais de vinte vezes (período de dois anos), no programa do Gabeira (Globo News).


Iva Maria M. Carvalhaes

https://www.youtube.com/c/ivamariacarvalhaes
https://www.facebook.com/ivamariacomunicacao

https://plus.google.com/+IvaMariaCarvalhaes

About the Author

- Diretor do Jornal O Campista em julho de 2010 criei um blog denominado de Jornal O Campista qual tenho orgulho de ter feito em 5 anos um dos sites mais visitados do Brasil hoje com 4 prêmios de melhor do ano um site que nasceu de um sonho de abrir espaço a quem não tinha hoje temos mais de 11,000 assinantes e mais de 40 colaboradores dentro e fora do Brasil.

Leave a comment

You must be Logged in to post comment.

Assinar Blog por Email

Digite seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por email.

Junte-se a 58 outros assinantes

Videos

Meta

snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflakeWordpress snowstorm powered by nksnow
%d blogueiros gostam disto: