Com a opinião favorável da Promotoria de Investigação Penal de Petrópolis, a Justiça aceitou o pedido de prisão temporária feito pelo delegado da 105ª Delegacia de Polícia  contra o ex-vereador Osvaldo Fernandes do Vale, conhecido como Vadinho. O ex-vereador foi preso na manhã desta terça-feira (7/03) durante uma operação da Polícia Civil que cumpriu cinco mandados de prisão temporária e dois de busca e apreensão. Além de Osvaldo Fernandes do Vale, outras quatro pessoas foram presas.

 

O ex-vereador é acusado de crime de peculato e concussão ocorridos na Câmara dos Vereadores de Petrópolis. De acordo com as investigações, Osvaldo Fernandes do Vale seria o chefe da associação que nomeava funcionários “fantasmas” e exigia dos servidores de seu gabinete um repasse de parte dos seus salários.

 

A denúncia foi feita ao Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) por duas servidoras da Câmara. Elas buscaram ajuda da Promotoria de Justiça de Investigação Penal por não concordarem com o “esquema” feito pelo ex-vereador. Iniciada em setembro do ano passado, a investigação foi realizada em conjunto pela Promotoria de Investigação Penal de Petrópolis e a Polícia Civil da 105ª DP.

 

———————————————————–

Coordenadoria de Comunicação

Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro