O projeto Iara Ira configura-se em um espetáculo inédito, que transborda os limites de uma apresentação musical. No palco, três grandes artistas, donas de vozes ímpares e carreiras mais do que promissoras: Duda Brack (22), Júlia Vargas (27) e Juliana Linhares (26) apresentarão um show construído a partir de suas afinidades e suas vontades, em diálogo com os músicos acompanhantes e a equipe de criação. As três juntas, seja pelo caminho musical que trilham ou pela região de onde vieram (Duda é gaúcha, Júlia é carioca e Juliana é potiguar) traçam um sincero panorama da nova safra de intérpretes brasileiras. O projeto tem direção musical do músico Thiago Amud, considerado por nomes como Guinga, Caetano Veloso e Milton Nascimento como um dos grandes compositores e arranjadores da atualidade. A banda é formada por músicos que extrapolam o domínio do instrumento, atuando também como produtores musicais, compositores e arranjadores. São eles: Elisio Freitas, Ivo Senra e Lourenço Vasconcellos. Caio Riscado, diretor teatral, performer e pesquisador assina a direção artística do projeto e Victor Hugo Mattos assina direção de arte e acessórios. O projeto do show Iara Ira nasce da vontade de juntar, pela primeira vez, na vida e em arte, três das destacadas vozes femininas da jovem geração de cantoras da MPB, em um sensível e espetacular encontro musical. A dramaturgia conceitual do projeto tem como foco valorizar o canto como atividade artística, poética e veículo de comunicação. Partindo da imagem de Iara, tradicional figura do folclore brasileiro, o projeto visa rever a lenda para, então, tirar a sereia do imaginário de um canto letárgico e nostálgico. Iara Ira é uma aposta na força das mulheres, em uma feminilidade voraz; um movimento de empoderamento prático, no sentido de dar voz àquelas que estão precisando falar e, neste caso, cantar. Para o espetáculo, foi encomendada uma canção que partisse do conceito do show. Frederico Demarca (da banda Pietá) e Renato Frazão (do Coletivo Chama) assumiram o desafio e compuseram uma belíssima música, que trata dos aspectos contemporâneo e folclórico da feminilidade. Das cantigas de ninar aos cantos folclóricos, das ladainhas de nossas lavadeiras à música das sirenes de nossas metrópoles, Iara Ira é um convite para olhar o presente, mas sem esquecer de outras temporalidades que nos cercam. Em cena, ouviremos o canto de sereias urbanas, compromissadas com o aqui e agora que nos interpela, cantando aquilo que precisa urgentemente ser dito. Horário: 20h. Preço: R$ 40/20.

Foto: Francisco Costa
Foto: Francisco Costa

Teatro Rival Petrobras

Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro

(21) 2240-9796

Capacidade: 400 pessoas

Censura: 18 anos

Bilheteria (novo horário!): terça à sexta das 13h às 21h; sábados e feriados das 16h às 22h.

Home

https://www.facebook.com/teatro.rival/

Instagram: @teatro.rival

Twitter: @teatro_rival

VENDA DE INGRESSOS ONLINE: www.eventim.com.br (com cobrança de taxa de conveniência)

Aceitamos cartões de crédito e débito.

Abertura da casa: 1h antes do show

Assessoria de comunicação: Sheila Gomes (Imprensa.sheila@armazemcomunica.com.br) (21) 98479-7111(Whatsapp)

Gestora de Conteúdo de Mídias Sociais – Fernanda Con’Andra

(fernandaconandra@gmail.com)

Programação: Marcos Morales (rival.agenda@gmail.com)

Patrocínio:

Sheila Gomes